IGREJA PROGRESSISTA: A BÍBLIA NÃO É A PALAVRA DE DEUS

A Bíblia não é a Palavra de Deus, alega igreja progressista. Publicação nas redes sociais recapitulou mensagem do pastor.

A maioria dos comentários na matéria foi criticando a postura da igreja, por sua declaração negando a divina inspiração da Bíblia, enquanto alguns ainda tentavam elogiar.

"Como cristãos progressistas, estamos abertos às tensões e inconsistências da Bíblia", escreveu a igreja na legenda. "Sabemos que não pode corresponder a padrões modernos impossíveis. Nós nos esforçamos para articular mais claramente o que a Escritura é e o que não é", observou, antes de apontar o que acredita que a Bíblia não é.

Uma igreja progressista em Nashville, Tennessee, nos Estados Unidos, alegou que a Bíblia Sagrada “não é a Palavra de Deus“. A publicação foi compartilhada no Facebook e passou a gerar muitas criticas, já que nega uma doutrina fundamental do Cristianismo.

Em seguida, a GracePointe Church acrescentou acreditar que a Bíblia "não é: a Palavra de Deus, autointerpretada, um livro de ciências, um livro de respostas / regras, inerrante ou infalível". Ela argumenta que a Bíblia é "um produto da comunidade, uma biblioteca de textos, multivocais, uma resposta humana a Deus, viva e dinâmica".

O pastor Scott falou sobre a mensagem ao The Christian Post, afirmando que essa era a sua intenção, provocar um debate sobre o assunto, pois acredita que essa conversa "precisa acontecer dentro desse tipo de cultura cristão mais ampla".

“"Sabe, minha intenção realmente era, esta é uma conversa que estamos tendo em nossa comunidade", disse ele ao outlet. "Então, sim, eu realmente acho que é uma boa conversa e acho que é uma conversa que precisa acontecer dentro desse tipo de cultura cristã mais ampla".

Scott acrescentou que os cristãos têm a tendência de "tratar a Bíblia quase como um ídolo".

Mais Notícias no Hot Money